Amor engaiolado

Foram 6 meses de entendimentos e desentendimentos.
Quando o menino percebeu que era louco pela menina fez de tudo. Virou anjo. Virou sabiá. Se engaiolou. Desaprendeu a voar sozinho. Até comer era difícil.
A menina retribuía com uma atenção que ele nunca tinha tido. Uma presença quase constante. Uma dedicação sem igual.
Certo que queria o menino só pra si e cobria a gaiola com um pano de seda rosa e branco quase toda noite.
Ela queria ver o menino cantar mas ao mesmo tempo queria que fosse só pra ela e não pro mundo.
O menino era doente e foi ficando cada vez mais doente.
E a doença parecia confundir a cabeça da menina.
Eles brigavam enquanto amavam.
Ela o queria forte e brilhante e só dela.
Ele estava ficando fraco e cinza e de mais ninguém.
Até que numa noite a gaiola quebrou e quem fugiu foi ela. E ele, o menino, ficou lá sem saber por que e sentindo toda a culpa do mundo.
Só sabia que a amava mais que tudo, que estava doente, cansado e que reagira mais uma vez às atiçadas da menina.
O amor do menino está lá na gaiola no meio dos aros sangrando e vai morrer.

Mas ele vai estar lá por muito tempo.

Sexta, 3 de fevereiro de 2012 às 08:03

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s