Gato bobo

Gato bobo, gato bobo,
Roda roda sem parar,
Ainda cairá no bolo,
Que procura sem cessar.

Queria ser um gato,
Pra em todo canto dormir,
De gordo e de fato
Gato bobo a sorrir.

Cansei de perseguir,
Gato bobo a sorrir,
Mas tenho que aguentar,
Esse bobo a miar.

Olhe bem pra ele,
Todo bobo, todo azul,
Sorri de tão feliz,
Come peixe pelo nariz.

Vai-te embora,
Bobo gato,
Quero-te bem longe de mim.
Não quero você sorrindo assim assim.

O novelo se desfia,
Lá longe o gato mia,
Do que o gato ria?
Só pode ser de mim.

Estou só sem o bobo,
Sinto saudade do gato.
Estou sozinho, abandonado.
Com um tremenda cara de pato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s