Por que tanto…

Como
De repente
Tanto ódio brotou
Onde outro dia olhávamos um nos olhos dos outros
Dizendo o quanto nos amávamos enquanto eu estocava o que tornou gigante?

Sexo e amor,
Transmutou em ódio e gritos.
Dores antigas retornam
Novas se somam.

E eu continuo a sonhar com a paz que é dormir do seu lado
Quando me sinto todo seu
Quando você me toma por inteiro
No seu corpo,
No seu coração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s