Liberdade

Saboreou o oyako donburi tal qual um condenado saboreava seu último prato antes da execução. 

Afogou-se em piedade dentro do chauan de missoshiro, enquanto lia a ir)realidade do mundo em um gibi do Grant Morrison. 

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s