Desespero

Boa noite, desesperança.
Nascida da mão preguiçosa dos que não pensam.
Sustentada pela ausência de cérebro dos que odeiam.
Entre e se instale, encontrou aqui terreno fértil.
O que a tristeza das células não conseguiu, talvez alcance sucesso.
Mas é melhor ceder a você que viver a falsa ilusão de liberdade.

01.NOV.2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s